Um convite para a construção de redes de cuidado à infância e adolescência: ousadia, potência e impacto do Projeto Percursos Formativos na saúde mental infantojuvenil

Ricardo Lugon Arantes, Patricia Ludmila Barbosa de Melo, Marianna de Francisco Amorim, Maiara Reis Campos, Suzana de Almeida Gontijo, Gilmara Terra

Resumo


O artigo relata a experiência do coletivo composto por ativadoras e tutor ligados à ativação de redes de Saúde Mental Infantojuvenil no escopo do projeto Engrenagens da Educação Permanente, inserido no Projeto Percursos Formativos, nas cidades de Barbacena, Campo Grande, Coronel Fabriciano, Iguatu e Ouro Preto e no estado de Roraima. Descreve, ao longo de um ano, os processos de trabalho e a construção de propostas de Educação Permanente, bem como as peculiaridades locorregionais em cada território de ativação, dentro de um contexto político bastante conturbado. A fragmentação das redes de atenção e cuidado e a multiplicidade de subtemas do campo (adolescentes usuários de substâncias psicoativas ilícitas ou cumprindo medidas socioeducativas em meio fechado; cuidados na primeira infância; enfrentamento dos processos de medicalização) figuram como impasses transversais às experiências. Como resultados das experiências narradas, pode-se considerar que o Engrenagens reacendeu a luz da luta antimanicomial nos trabalhadores das redes ativadas, promovendo a oxigenação da Rede de Atenção Psicossocial e a reflexão sobre o processo de trabalho e cuidado em saúde mental. O processo de ativação nas redes infantojuvenis reforça a ideia de que gestão e atenção são indissociáveis e convida a apostar em novas possibilidades e caminhos de cuidado compartilhados em suas múltiplas dimensões. Assim, as diferentes experiências e seus resultados podem contribuir para inspirar novos percursos de cuidado e processos de educação permanente em saúde, bem como engrenar outras redes dentro da perspectiva da atenção psicossocial.

 

Palavras-chave: Saúde Mental Infantojuvenil. Redes de Atenção Psicossocial. Intersetorialidade.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/cc.v3n1.91

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Cadernos do Cuidado

 

ISSN 2595-0886
FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ | MINISTÉRIO DA SAÚDE

Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900 Rio de Janeiro | Brasil

     

  

 

 Licença Creative Commons