Notas metodológicas de uma avaliação formativa, interventiva e participativa: a experiência do AvaliaCaminhos

Renata Castro Gusmão, Pedro Augusto Papini, Franceli Francki dos Santos, Anna Letícia Ventre, Elzimar Evangelista Peixoto Pinto, Gisele de Cássia Galvão Ruaro, Edelves Rodrigues, Frederico Viana Machado

Resumo


AvaliaCaminhos, responsável por cumprir a última meta do Projeto Caminhos do Cuidado. Essa meta previa a construção de metodologias de educação permanente. A metodologia se propôs a ser: interventiva, formativa,
descentralizada e participativa. As Escolas Técnicas do Sistema Único de Saúde foram parceiras fundamentais, responsáveis por articular as ações em cada território. O Programa foi composto de duas ações sinergicamente relacionadas: 1) Avaliação Nacional do Caminhos do Cuidado, de abordagem qualitativa e
quantitativa, guiada por uma Matriz Avaliativa, construída coletivamente por atores que participaram de sua execução; 2) Curso de Especialização em Acompanhamento, Monitoramento e Avaliação na Educação em
Saúde Coletiva. A noção de experiência foi central durante todo o processo. São apresentadas as estratégias e ferramentas metodológicas, a seleção e a capacitação das equipes, os dados construídos pelo processo avaliativo e os produtos resultantes.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos do Cuidado

 

ISSN 2595-0886
FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ | MINISTÉRIO DA SAÚDE

Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900 Rio de Janeiro | Brasil

     

  

 

 Licença Creative Commons