Notas sobre as Reduções de Danos no Caminhos do Cuidado

Pedro Augusto Papini, Francéli Francki dos Santos, Elzimar Evangelista Peixoto Pinto, Gisele de Cassia Galvão Ruaro, Frederico Viana Machado, Luigi Deivson dos Santos, Anna Leticia Ventre, Renata Castro Gusmão

Resumo


Este artigo trata de uma análise das ressonâncias sobre redução de danos no projeto Caminhos do Cuidado. Seguindo o rastro metodológico proposto na avaliação do Projeto Caminhos do Cuidado, esboçamos um lugar de análise e de visibilidade do que diz respeito às enunciações sobre redução de danos. A redução de danos foi um ponto de destaque na avaliação, tendo sido mencionado por diversos informantes em entrevistas e rodas de conversa. Para compreendermos estas enunciações, partimos, primeiramente, de uma construção histórica sobre os três nascimentos da redução de danos e, em seguida, produzimos um mural de sentidos que provêm das rodas de conversa da avaliação. Articulamos as reflexões e as aprendizagens que marcam um importante trabalho em saúde para o cuidado com pessoas que usam drogas.

Palavras-chave: Projeto caminhos do cuidado; Redução de danos. Cuidado em saúde.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos do Cuidado

 

ISSN 2595-0886
FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ | MINISTÉRIO DA SAÚDE

Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900 Rio de Janeiro | Brasil

     

  

 

 Licença Creative Commons