Histórias que ficaram pelos caminhos

Carlos Winston Guedes Bezerra

Resumo


Todas as pessoas contam histórias, quer para dar conta do cotidiano, quer para buscar compreender suas experiências pessoais e coletivas. As histórias de agora dizem respeito ao processo de tutoria de sete turmas do Projeto “Caminhos do cuidado: formação em saúde mental (crack, álcool e outras drogas) para agentes comunitários de saúde e auxiliares/técnicos de enfermagem da Atenção Básica” no estado do Ceará. Pretendemos
compartilhá-las como forma de disseminar a experiência e o saber apreendido com os agentes comunitários de saúde (ACS) e auxiliares e técnicos de Enfermagem (ATENF) referente às suas práticas e concepções de trabalho em saúde mental, bem como de compreender possíveis impactos do curso nestas.
Ao final, a experiência vivida entre alunos e tutores proporcionou um processo de aprendizagem ativa que resgatou os saberes contidos em suas histórias, que não só viabilizaram como potencializaram a aprendizagem de novas perspectivas tecnopolíticas de cuidado em saúde mental na atenção básica.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos do Cuidado

 

ISSN 2595-0886
FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ | MINISTÉRIO DA SAÚDE

Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900 Rio de Janeiro | Brasil

     

  

 

 Licença Creative Commons