Educação Permanente em Saúde: trilhando caminhos para o cuidado em saúde mental na atenção básica

Viviane Andrade Pinheiro, Aline Luiza de Carvalho, Edna Mara Mendonça

Resumo


O presente artigo tem por objetivo discorrer sobre a educação permanente em saúde e a implantação da estratégia saúde da família, valorizando o papel da atenção básica em saúde. A partir disso, tece considerações sobre o Projeto Caminhos do Cuidado como avanço no cuidado das pessoas que fazem uso prejudicial de álcool e outras drogas, com o despertar dos alunos para um cuidado humanizado, a partir dos princípios da redução de danos em saúde e da escuta acolhedora. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica, a análise dos conteúdos obtidos e assim, a escrita do texto. Percebemos então, enquanto agentes responsáveis pela capacitação dos trabalhadores, através do Projeto Caminhos do Cuidado, que verdadeiros exemplos de cuidado no território e acolhimentos empáticos aconteciam de fato e que devem ser, por isso, estimulados para a efetivação da promoção da saúde.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos do Cuidado

 

ISSN 2595-0886
FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ | MINISTÉRIO DA SAÚDE

Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900 Rio de Janeiro | Brasil

     

  

 

 Licença Creative Commons