Percursos Formativos e o componente de Engrenagens da Educação Permanente: uma experiência de radicalização da Atenção Psicossocial

Roberto Tykanori Kinoshita, June Corrêa Borges Scafuto, Adélia Benetti de Paula Capistrano, Karine Dutra Ferreira da Cruz, Enrique Araújo Bessoni

Resumo


A formação de profissionais na perspectiva da Reforma Psiquiátrica brasileira é um dos desafios para a atenção qualificada na Rede de Atenção Psicossocial. O Projeto de Percursos Formativos na Rede de Atenção Psicossocial foi uma estratégia de educação permanente oferecida para a rede de atenção à saúde mental que buscou enfrentar esta questão. A estratégia teve como principais recursos de formação a troca de experiências e a ampliação das possibilidades de intervenção a partir da convivência com outras realidades de maneira horizontal, por meio do aprendizado entre pares e pela colaboração. Para viabilizar essa proposta, o projeto Percursos Formativos consistiu-se de quatro dimensões/componentes complementares chamadas de: i) Intercâmbio entre Experiências, ii) Oficinas para Atualização e Integração do Trabalho em Rede, iii) Plano de Educação Permanente e iv) Engrenagens da Educação Permanente. O projeto contemplou mais de 90 municípios espalhados pelas 27 unidades federativas do país e resistiu a mudanças no contexto político que atravessaram o seu tempo de execução, ao mobilizar dimensões técnicas e políticas tanto nos territórios de atuação quanto na condução institucional do projeto. Os atores do projeto passam à radicalização da proposta da Atenção Psicossocial, fortalecendo o território como construção, o fomento ao movimento social ampliado, a participação dos usuários dos serviços e a construção de estratégias coletivas para a defesa da Reforma Psiquiátrica brasileira, implicando-se na luta das forças políticas envolvidas no processo de transformação do país.


Palavras-chave: Educação permanente. Saúde Mental. Desinstitucionalização.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/cc.v3n1.176

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Cadernos do Cuidado

 

ISSN 2595-0886
FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ | MINISTÉRIO DA SAÚDE

Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900 Rio de Janeiro | Brasil

     

  

 

 Licença Creative Commons